Entenda como funciona o algoritmo do Facebook

Se tem um assunto que mexe com os profissionais de marketing digital é quando o Facebook anuncia alguma mudança, atualização ou teste em seu algoritmo de rankeamento. Obviamente que hoje praticamente todas as empresas estão na rede social criada por Mark Zuckerberg e essas alterações podem diminuir o alcance dos conteúdos, dos serviços e dos produtos.

Recentemente, foi anunciado que o Facebook faria um teste em seis países – Bolívia, Guatemala, Eslováquia, Sérvia, Sri Lanka e Camboja – onde só apareceriam no feed das pessoas publicações de amigos e de familiares, ou seja, nada de posts de empresas. Com isso, os produtores de conteúdo e as empresas temiam que se tornasse obrigatório patrocinar todos os conteúdos.

Este ano, foi lançado um vídeo com alguns princípios para publishers serem bem-sucedidos. De acordo com Adam Mosseri, vice-presidente de product management da rede social, o objetivo é cada vez conectar as pessoas ao que mais interessa a elas. O responsável por fazer esse filtro é o algoritmo também chamado de ranking.

Para que ocorra o “rankeamento”, o conteúdo passa por três fases. A primeira é o inventário, que consiste na análise a partir das publicações de amigos, familiares, pessoas e páginas que o usuário já segue. Em um segundo momento, tem a etapa dos sinais, que são as informações disponíveis para tomar decisões. Ela diz respeito as preferências do perfil em questão. Por fim, as predições que sinalizam quão suscetível o usuário é a curtir ou a compartilhar determinada publicação disponível no inventário.

Contato//

Rua São Mateus, 1100
Porto Alegre/RS
CEP 91410-030

(51) 98177.7719

atendimento@
feedconteudo.com.br


topo